IBC-Br hoje e acumulado

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), visto como uma prévia para o Produto Interno Bruto (PIB), apresentou relativa estabilidade em abril (+0,01%), abaixo das expectativas do mercado de um crescimento de 0,30%. Em relação ao mês de abril de 2023, o índice cresceu 4,01%.

Além do resultado abaixo das expectativas, os dados de março foram revisados para baixo. A queda de 0,34%, que já havia sido abaixo das expectativas do mercado de -0,25%, foi revisada para uma queda maior de 0,36%. O resultado está contribuindo para os juros futuros estarem apresentando queda nesta sexta-feira.

O IBC-Br considera os principais indicadores de atividade: serviços, varejo ampliado e indústria. A queda foi puxada pelo varejo ampliado e pela indústria, que apresentaram queda de -1,0% e -0,5%, respectivamente. Enquanto o grupo de serviços apresentou crescimento de 0,5%.

Discussão sobre a política monetária

Após diversas altas consecutivas, que demonstram a ainda resiliência do setor, o resultado de março em queda e de abril em estabilidade trazem algum alívio na margem para o Banco Central.

No entanto, o tom de alerta permanece quando observado o grupo de serviços em resiliente crescimento.

Para a reunião do Copom na próxima semana, as expectativas do mercado permanecem em uma manutenção da Selic em 10,50% a.a.