As 10 mulheres mais ricas do mundo em 2023

Saiba quem são as mulheres mais ricas do mundo, qual é o patrimônio de cada uma e quais empresas gerenciam!

Nord Research 06/12/2023 12:12 8 min Atualizado em: 04/01/2024 11:35
As 10 mulheres mais ricas do mundo em 2023

No universo do poder e do sucesso, as 10 mulheres mais ricas do mundo em 2023 são bilionárias que atuam em diferentes segmentos no mercado, como beleza, alimentos, petróleo, varejo, mineração e indústria naval.

A lista inclui empresárias e herdeiras de fortunas familiares, e não há dúvidas de que cada uma delas possui uma visão de negócios afiada. Em 2023, o panorama da Forbes sobre os maiores bilionários no mundo conta com 337 mulheres. Em 2022, o número era de 327.

O ranking elenca 2.640 bilionários e a fortuna de todos corresponde ao montante de US$ 1,56 trilhão. No caso das mulheres, a maioria está nos EUA (Estados Unidos), com 90 bilionárias. Em seguida, vem China, com 63, e Alemanha, com 35.

A mulher de maior riqueza possui montantes de US$ 80,5 bilhões. Acompanhe a leitura para saber que mulheres ocupam o topo do ranking!

Quem são as mulheres mais ricas do mundo?

A cada ano a revista Forbes divulga uma lista com as pessoas mais ricas da atualidade. Em 2023, a maioria das mulheres mais abastadas teve a fortuna herdada. Confira quem entrou para o ranking das mulheres mais ricas do mundo:

  • Françoise Bettencourt Meyers;
  • Júlia Koch;
  • Alice Walton;
  • Jacqueline Mars;
  • Miriam Adelson;
  • Rafaela Aponte-Diamant;
  • Susanne Klatten;
  • Gina Rinehart;
  • MacKenzie Scott;
  • Iris Fontbona.

1. Françoise Bettencourt Meyers

Françoise B. Meyers é a primeira da lista de mulheres mais ricas do mundo. Ela nasceu em 1953, é neta do dono da L’Oréal, que tem presença em 130 países, e seus recursos totalizam US$ 80,5 bilhões. Meyers é vice-presidente da companhia e está desde 1997 no conselho da empresa.

A primeira vez que Meyers recebeu esse título foi em 2018, depois do falecimento da mãe, aos 94 anos, que era a mulher mais rica. A maior parte de seu patrimônio (90%) é composta de ações da L’Oreál, das quais 33% foram herdadas da mãe.

Em 2019, depois do incêndio da igreja de Notre Dame, ela e sua família doaram US$ 226 milhões para a reparação do edifício.

A L'Óreal é uma das principais marcas de cosméticos do mundo na atualidade (Crédito: Robert - stock.adobe.com)

2. Júlia Koch

Júlia Koch é uma americana que tem 60 anos e um patrimônio avalidao em US$ 59 bilhões. Ela é proprietária de 42% do conglomerado Koch Industries, junto aos três filhos. Ela e o marido, que já faleceu, doaram cerca de US$ 1,8 bilhão para causas sociais. Júlia também tem presença no conselho do museu Metropolitan.

Em termos de carreira pessoal, a bilionária atuou na moda como modelo e trabalhou também com o estilista Adolfo Sardiña. Uma de suas clientes foi a esposa de Ronald Reagan e ex-primeira dama dos EUA, Nancy Reagan, na década de 1980.

Em 2019, herdou a riqueza do esposo David Koch e atualmente é presidente da David H. Koch Foundation. Os negócios de Júlia são no setor de petróleo.

3. Alice Walton

A terceira da lista de mulheres mais ricas do mundo é Alice Walton, nascida em 1949, formada em economia e filha do dono da Walmart.  Ela tem uma fortuna de US$ 56,7 bilhões.

A bilionária fundou o banco de investimento Llama Company em 1988 e era a presidente. Alice também presidiu o Northwest Arkansas Council. Ela trabalhava no mercado financeiro, mas resolveu se dedicar às artes e fundou o museu Crystal Bridges. Alice também comanda a Alice Walton Foundation, uma instituição filantrópica.

4. Jacqueline Mars

Jacqueline Mars tem 83 anos e possui montantes de US$ 38,3 bilhões. Ela veio ao mundo em 1939 e juntamente com seus irmãos é proprietária da multinacional Mars Inc., companhia que fabrica doces como M&M’s, além de produzir alimentos para pets. Trata-se da maior empresa de capital fechado nos EUA.

O seu avô fundou a empresa em 1911. A herdeira se aposentou em 2001, mas já foi presidente da empresa e marcou presença no conselho até o ano de 2016. Jacqueline trabalhou na Mars por cerca de 20 anos e seu filho faz parte do conselho de administração da empresa. Ela tem formação em antropologia pela Bryn Mawr College. 

5. Miriam Adelson

Também entre as mulheres mais ricas do mundo, Miriam Adelson é médica, nasceu em 1945 e herdou em 2021 parte da fortuna do marido Sheldon Adelson, ou seja, 50% do negócio Las Vegas Sands, que é uma rede de cassinos com presença no mercado asiático.

Ela tem natalidade israelense e possui uma riqueza de US$ 35 bilhões. Ao longo dos anos, já doou cerca de US$ 1 bilhão para financiamento de pesquisas sobre remédios e para instituições judaicas, como a Birthright Israel. Ela e o marido atuaram na política em campanhas republicanas.

6. Rafaela Aponte-Diamant

A bilionária Rafaela Aponte-Diamant é a 6ª da lista e tem uma riqueza avaliada em US$ 31,2 bilhões. Ela e o marido são donos da MSC, que é uma companhia marítima, a maior do planeta no setor. Ambos atuam desde 1970 no setor naval e hoje têm um negócio familiar.

Uma curiosidade é que Rafaela conheceu o marido, que era capitão do navio, em uma viagem à ilha de Capri nos anos 1960. Em 1970, eles compraram um navio após fazerem um empréstimo de US$ 200 mil e iniciaram o negócio. A empresa MSC atua também no segmento de cruzeiros de férias, além de fazer operações portuárias e operar em logística.

7. Susanne Klatten

Na lista de mulheres mais ricas do mundo, o 7º lugar é de Susanne Klatten, alemã que nasceu em 1962, com uma riqueza de US$ 27,4 bilhões. Ela tem mais de 50% das ações da Altana, empresa do setor farmacêutico, herdada dos pais, além de possuir cerca de 20% das ações da BMW. Klatten é a mulher que tema a maior fortuna na Alemanha.

Ela direcionou seus estudos em finanças empresariais e fez MBA na Suíça em economia, no International Institute for Management Development. Ao longo dos anos, trabalhou fora da empresa familiar.

Após se formar, trabalhou na agência de publicidade Young & Rubicam em Frankfurt e, também, no Dresdner Bank, além de ter tido participação na Nordex AG e na SGL Group. Porém, com o falecimento do pai, ela se voltou para os negócios da família.

8. Gina Rinehart

Gina Rinehart, cujo nome é Georgina Hope Rinehart, é australiana, tem 69 anos e possui  montantes financeiros que totalizam US$ 27 bilhões.  Ela é presidente da companhia de mineração Hancock Prospecting Group.

A empresa foi herdada do pai, que faleceu em 1992. Porém, com a desvalorização de preços do minério de ferro, sua riqueza caiu mais de 10% desde 2022. No entanto, ela é considerada a mulher mais rica da Austrália apesar disso.

Receba conteúdos e recomendações de investimento gratuitamente

Obrigado pelo seu cadastro!

Acompanhe nossos conteúdos por e-mail para ficar por dentro das novidades.

9. MacKenzie Scott

MacKenzie Scott tem 52 anos e possui montantes de US$ 24,4 bilhões. Ela adquiriu a riqueza de 4% da Amazon após se divorciar de Jeff Bezos no ano de 2019, depois de 25 anos de casamento.

Até o momento, ela já doou US$ 14 bilhões da fortuna para mais de 1,5 mil instituições filantrópicas, por meio da Yield Giving. Logo após o divórcio ela assinou o The Giving Pledge, em que se comprometia a fazer essas doações.

Além disso, Scott é CEO da Bystander Revolution, uma instituição anti-bullying. Ela venceu o prêmio American Book Award pela publicação do livro “The Testing of Luther Albright” em 2005.

10. Iris Fontbona

Entre as mulheres mais ricas do mundo, Iris Fontbona é a 10ª lista, sendo a mais endinheirada da América Latina. Ela nasceu em 1942 e tem uma riqueza de US$ 23,1 bilhões. Iris é ex-esposa de Andrónico Luksic, chileno que faleceu em 2005 e era magnata de empresas no setor de bebidas e mineração.

Fontbona é presidente da Antofogasta Plc, uma mineradora no Chile que produz cobre e opera na Bolsa de Valores, além de ter participação em uma holding, a Quiñenco. Desde o início da pandemia de Covid-19, em 2020, seu patrimônio mais que dobrou.

Então, gostou de saber mais sobre as mulheres mais ricas do mundo? Visite a página inicial da Nord Investimentos, confira os conteúdos e conheça os diversos serviços de assessoria que oferecemos!

Resumindo

Quem é a mulher mais rica do mundo?

A mulher mais rica em 2023 é Françoise Bettencourt Meyers, herdeira francesa e neta do criador da L'Oréal. Ela já ostentou esse título por três vezes e tem um patrimônio avaliado em US$ 80,5 bilhões. Meyers é uma das acionistas da L'Oréal, é vice-presidente da companhia e atua no conselho da empresa desde 1997.

Quem são as herdeiras mais ricas do Brasil?

As cinco mulheres mais ricas do Brasil são:

  • Vichy Sarfati Safra & family (Banco Safra): R$ 86,6 bilhões;
  • Maria Helena Moraes Scripilliti e família (Votorantim): R$ 19,85 bilhões;
  • Ana Lucia de Mattos Barretto Villela (Itaú Unibanco): R$ 9,6 bilhões;
  • Leila Pereira (Presidente do Palmeiras): R$ 8 bilhões;
  • Lucia Borges Maggi (AMaggi): R$ 7,5 bilhões.

Qual é a família mais rica do Brasil hoje?

A família mais rica do Brasil é a de Eduardo Saverin, que foi cofundador do Facebook. Ele ultrapassou Vicky Safra e tem uma fortuna de US$ 17,6 bilhões. Saverin também é um dos 100 homens mais ricos do mundo e ocupa a posição 91. O empresário nasceu em São Paulo, mas desde 2012 reside em Cingapura.

Compartilhar