Fusão entre Auren e AES Brasil forma 3ª maior geradora de energia do país

AES Corp pretendia vender suas operações e deixar o Brasil. Saiba o que acontecerá com as ações AESB3

Victor Bueno 16/05/2024 18:40 2 min Atualizado em: 16/05/2024 23:12
Fusão entre Auren e AES Brasil forma 3ª maior geradora de energia do país

A Auren (AURE3) anunciou na noite da última quarta-feira, 15, uma proposta de fusão das suas atividades com a AES Brasil (AESB3), em um acordo de R$ 7 bilhões.

A notícia não é nenhuma novidade para o mercado, uma vez que a AES Corporation, que controla a AES Brasil, tem procurado, nos últimos meses, a venda de sua subsidiária com o objetivo de aliviar a alavancagem elevada.

Terceira maior geradora de energia do país

A combinação de negócios entre Auren e AES Brasil forma a terceira maior geradora de energia do país, ficando atrás apenas da Eletrobras e da Engie.

A capacidade de geração dos ativos combinados é de 8,8 gigawatts (GW), multiplicando 2,4x a geração da Auren.

Além disso, a Auren terá uma receita líquida de quase R$ 10 bilhões, com um Ebitda de R$ 3,5 bilhões.

Todavia, tendo em vista o elevado endividamento da AES Brasil, a alavancagem da Auren será elevada de 1,8x para 4,9x. 

Como ficam as ações da AES Brasil (AESB3) após fusão com a Auren (AURE3)

Para adquirir a AES Brasil, a Auren avaliou cada ação em R$ 11,55, o que representa um prêmio de +18% sobre o preço de fechamento de quarta, 15. 

A proposta oferece aos investidores de ações AESB3 três opções:

  • para cada 1 AESB3 receber 0,686 AURE3 + R$ 1,155;
  • para cada 1 AESB3 receber 0,381 AURE3 + R$ 5,775;
  • para cada 1 AESB3 receber R$ 11,55.
Fonte: Auren RI

Mantemos recomendação de venda para AES Brasil.

Tópicos Relacionados

Compartilhar