Asset Management: importância para a gestão eficiente de ativos

Entenda o papel de uma asset management, uma gestora de ativos financeiros, para a garantir a eficiência de seus investimentos e saber escolher os melhores ativos

Nord Research 01/04/2024 14:20 8 min
Asset Management: importância para a gestão eficiente de ativos

Uma asset management é uma gestora de ativos financeiros, uma opção eficiente para investidores que não têm tempo para administrar suas carteiras de investimento e querem a ajuda de especialistas para escolher os melhores ativos em que investir.

Você talvez já tenha ouvido falar de asset management. Trata-se de uma alternativa interessante para quem deseja ingressar no mercado financeiro, mas não tem tempo para estudá-lo a fundo e precisa de um especialista para gerir e investir seu patrimônio.

Neste artigo, vamos explicar o que é e para que serve uma asset management, como ela funciona, qual é a diferença entre asset management e corretoras convencionais, qual é a diferença entre uma asset management e uma wealth management e quais são as vantagens de contratar uma gestora para administrar seus ativos. Acompanhe!

Sumário

O que é uma asset management?

Uma asset management é uma empresa especializada na gestão de fundos de outra pessoa. Créditos: Freepik

Uma asset management é uma empresa especializada na gestão e no investimento do patrimônio de pessoas ou companhias. Essas instituições realizam todas as atividades relacionadas à gestão de ativos, incluindo a administração da carteira de investimentos e a tomada de decisão em relação a quais aplicações alocar os recursos.

Ou seja, ao contratar o serviço de uma asset management, o investidor terceiriza a gestão de seu patrimônio para uma empresa especializada, que se concentrará em elaborar uma estratégia condizente com seu perfil e seus objetivos e tomar as melhores decisões de investimento, levando em conta o nível de risco que o cliente está disposto a correr para obter bons rendimentos.

Qual é a função de uma asset management?

O objetivo de uma asset management é construir e administrar uma carteira de investimentos eficiente, diversificada e coerente com o perfil do investidor, gerenciando os riscos, fazendo os ajustes necessários conforme as movimentações do mercado e traçando estratégias para aumentar a rentabilidade.

As asset managements trabalham com vários tipos de ativos, como títulos de renda fixa, aplicações de renda variável (ações, por exemplo), moedas estrangeiras, commodities, entre outros investimentos.  Os profissionais pegam o dinheiro dos clientes e o alocam nos ativos mais vantajosos, sempre focando na diversificação.

Como funciona uma asset management?

Um dos diferenciais da asset management em relação aos bancos e corretoras convencionais é o grau de personalização. No caso da asset management, o serviço é muito mais personalizado, atendendo especificamente à necessidade de cada cliente.

Assim, se o cliente tiver objetivos de curto prazo ou for precisar resgatar o dinheiro a qualquer momento, o gestor alocará os recursos em aplicações de maior liquidez. Já se o objetivo for de longo prazo (como o planejamento da aposentadoria ou a faculdade dos filhos), poderá alocar em ativos mais rentáveis e menos líquidos.

Na prática, a asset management escolhe os ativos onde alocará o dinheiro conforme o capital disponível para investir, o perfil do investidor e os seus interesses pessoais.

Ela vai além de simplesmente sugerir aplicações: a própria empresa toma as decisões de investimento mais coerentes com a estratégia definida e realiza as aplicações, comprando ou vendendo ativos sem necessidade de pedir autorização ao cliente.

Por isso, é a opção mais indicada para quem não tem tempo de estudar o mercado financeiro ou simplesmente tem outras prioridades e não quer se dedicar a isso, terceirizando a função para especialistas.

Dependendo da empresa, a asset pode ter uma equipe de várias pessoas, lideradas por diversos gestores, categorizados por ativos. Assim, há gestores focados nas aplicações de renda variável, outros focados nas de renda variável, e por aí vai.

Qual é a diferença entre uma asset management e uma corretora de investimentos?

As corretoras são muito mais limitadas em comparação com as asset managements, já que elas têm um leque menor de aplicações a oferecer. As asset managements têm mais liberdade e trabalham com um leque maior de opções.

Outra diferença importante diz respeito a quem toma as decisões e realiza os investimentos propriamente ditos. No caso das corretoras, é o próprio cliente que decide onde vai alocar seus ativos e faz seus investimentos. Já no caso das asset managements, como dito, a tomada de decisão e as aplicações ficam a cargo dos gestores.

Além disso, a cobrança também é feita de maneira distinta. As corretoras de investimentos cobram uma taxa administrativa sobre os ativos, algo que inexiste nas asset managements, que são remuneradas sob a forma de comissão sobre o lucro, entre outras possibilidades.

Qual é a diferença entre uma asset management e uma wealth management?

A principal diferença diz respeito à abrangência do serviço. No caso da asset management, o serviço consiste na gestão apenas dos ativos em que o patrimônio será alocado para gerar rendimentos. Já no caso da wealth management, a gestão engloba todo o patrimônio, como a administração dos bens e o cumprimento das obrigações financeiras. É, portanto, um serviço mais amplo, pois é a gestora que controla todo o dinheiro do cliente.

Por que contratar uma asset management?

Contratar uma asset management traz mais tranquilidade e segurança. Créditos: Freepik

Contratar uma asset management traz mais tranquilidade e segurança, uma vez que as decisões são tomadas por especialistas em investimentos em vez de ficarem a cargo do próprio investidor. Assim, ele não precisa ficar acompanhando o mercado e as tendências, pode simplesmente contratar o serviço de uma empresa especializada.

Quando um investidor contrata os serviços de uma asset management, deve assinar um termo para autorizar o gestor a fazer a alocação de ativos da maneira mais eficiente, de acordo com seu perfil e seus objetivos.

Um bom gestor é capaz de balancear os riscos e buscar a maior rentabilidade possível, respeitando o perfil do cliente e diversificando os investimentos.

Assim, quando o investidor tiver perfil arrojado, o gestor poderá se concentrar em ativos considerados mais arriscados, como as aplicações de renda variável, alguns fundos de investimento ou criptomoedas. Também podem adotar estratégicas como alavancagem e investimentos no mercado futuro.

Por outro lado, quando o investidor que contratar o serviço tiver perfil moderado ou conservador, o gestor deverá tomar decisões que visem proteger seu patrimônio, priorizando aplicações de renda fixa, por exemplo.

Gestão profissional da carteira de investimentos

A maior vantagem de contratar o serviço de uma asset management é o privilégio de poder contar com uma gestão especializada.

Sabemos que o mercado financeiro é muito dinâmico e suas movimentações são influenciadas por uma série de fatores micro ou macroeconômicos. Nem todo mundo tem disponibilidade, tempo ou interesse para estudar essa dinâmica.

Assim, terceirizar a gestão dos ativos para profissionais especializados pode ser uma decisão muito inteligente. Afinal, os gestores têm um sólido conhecimento do mercado, acompanham e analisam as tendências e estão aptos a traçar estratégias mais efetivas.

Essas decisões podem trazer excelentes resultados para os clientes. Nesse sentido, contratar o serviço de uma asset management é o mesmo que “alugar” a expertise de um gestor profissional gabaritado.

Gestão e redução dos riscos das aplicações

Outra vantagem de contratar uma asset management é o gerenciamento dos riscos das aplicações. Todo investimento tem riscos inerentes e, via de regra, os considerados mais arriscados são também os que oferecem maior rentabilidade.

Um gestor capacitado e experiente é capaz de administrar esses riscos, montando uma carteira de investimentos balanceada, que mescle ativos mais seguros com aplicações mais arrojadas.

Assim, consegue diluir os riscos da carteira e preservar o patrimônio do cliente, sem abrir mão de uma rentabilidade interessante. Isso traz mais tranquilidade ao investidor, que tem a certeza de que as melhores decisões estão sendo tomadas.

Se você leu este artigo até aqui e se convenceu de que precisa do serviço de uma asset management para levar seus investimentos a um novo patamar, deixe-nos apresentar a Nord Asset, o exclusivo serviço da Nord.

Ao contratar a Nord Asset, você conta com a vasta experiência de especialistas de asset management no mercado para gerenciar seu precioso patrimônio e tomar as decisões de investimento mais inteligentes.

Quer contar com esse benefício e obter melhores resultados com os seus investimentos? Então, abra a sua conta e aproveite nossa expertise para lucrar mais.

Resumindo

O que faz uma asset management?

Uma asset management, ou gestora de ativos, atua administrando o dinheiro dos clientes e escolhendo onde esses recursos serão alocados de acordo com a estratégia de investimento, o perfil de investidor e os objetivos a serem alcançados.

Para que serve uma asset?

Uma asset management serve para gerenciar o patrimônio dos clientes e escolher os melhores investimentos para alocar os recursos, visando obter bons retornos financeiros.

Compartilhar