7 motivos para investir em ações de empresas de energia

Investir em ações de empresas de energia traz maior previsibilidade de receita e possibilidade de renda recorrente, caso você saiba quais escolher.

Nord Research 06/12/2023 12:06 7 min Atualizado em: 04/01/2024 11:35
7 motivos para investir em ações de empresas de energia

Descubra o potencial de investir em ações de energia para previsibilidade de retorno a longo prazo. E saiba por que empresas como a Eletrobras atraem investidores. Invista com cautela e conhecimento para escolhas financeiras sólidas.

Investir em ações de empresas de energia pode ser uma estratégia para ter uma maior previsibilidade de retorno. Até porque, trata-se de um serviço essencial para toda a população a longo prazo, fazendo com que sempre exista demanda.

Diante disso, não é à toa que empresas como a Eletrobras, por exemplo, seja uma das queridinhas dos investidores da bolsa de valores. Ainda assim, como qualquer outro investimento, você deve ter cautela e fazer inúmeras análises de onde colocar o seu dinheiro.

Afinal, o desempenho das ações está sujeito a vários fatores, como políticas governamentais, regulações do setor, condições econômicas do país, etc. Logo, ficar por dentro dessa e de outras informações é essencial antes de tomar decisões de investimento.

Portanto, continue a leitura e saiba mais sobre o contexto das ações de empresas de energia para fazer melhores escolhas!

Qual o cenário do setor de energia no Brasil?

O Brasil possui uma matriz energética diversificada, com destaque para:

  • hidrelétricas - 53,58%;
  • termelétricas - 24,70%;
  • usinas eólicas - 13,12%.

Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de março de 2023. A diversidade da matriz energética contribui para a segurança do abastecimento, pois não depende exclusivamente de uma única fonte.

Até meados da década de 2010, o Brasil dependia fortemente de hidrelétricas, priorizando a construção de grandes represas para gerar eletricidade. Isso começou a mudar devido a desafios enfrentados pelo país, como a seca de 2010 em São Paulo, que dependia muito do Sistema Cantareira.

Situações assim incentivaram o maior investimento em fontes renováveis, como eólica e solar, buscando maior sustentabilidade e segurança no abastecimento. A previsão é que em 2027 haja uma participação ainda maior de energias limpas, segundo o diagrama do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Quais são os tipos de empresas de energia no Brasil?

onheça as nuances do mercado, como influências governamentais e condições econômicas, para tomar decisões informadas

No Brasil, o setor de energia é composto por diferentes tipos de empresas. Cada uma desempenha papéis específicos ao longo da cadeia de produção, distribuição e comercialização de energia elétrica. Saiba mais!

Geração

A geração de energia no Brasil consiste no desenvolvimento de energia elétrica para residências, hospitais, escolas, etc. Ela ocorre por meio principalmente de hidrelétricas, mas também de termelétricas e usinas eólicas.

Transmissão

Após a geração, a energia é transmitida por extensas linhas de transmissão para levar a eletricidade dos locais de produção até os centros consumidores. Isso fica visível com os cabos de aço suspensos em torres. 

Distribuição

As empresas de distribuição recebem a energia das linhas de transmissão e a levam para os consumidores finais. Então, transformadores reduzem a voltagem conforme necessário, garantindo que a energia chegue às residências, indústrias e outros locais.

Comercialização

A comercialização envolve a negociação de contratos entre os diversos agentes do setor, incluindo geradoras, distribuidoras e consumidores. A diversificação dos agentes envolvidos aumenta a flexibilidade e as opções no mercado, promovendo uma abordagem mais competitiva.

Quais são as ações do setor de energia na B3?

A B3, a bolsa de valores do Brasil, oferece ações de cerca de 30 empresas do setor de energia. Acompanhe!

CódigoAçãoTipoQtde. TeóricaPart. (%)
AESB3AES BRASILON NM18.0005,825
ALUP11ALUPARUNT N27.0006,191
AURE3AURENON NM14.3006,170
CMIG4CEMIGPN N116.1006,463
COCE5COELCEPNA4.5006,188
CPLE6COPELPNB N223.4006,640
CPFE3CPFL ENERGIAON NM5.8006,363
ELET3ELETROBRASON N15.5006,652
ENGI11ENERGISAUNT N24.3006,720
ENEV3ENEVAON NM16.5006,219
EGIE3ENGIE BRASILON NM4.7006,153
EQTL3EQUATORIALON NM6.2006,458
NEOE3NEOENERGIAON NM10.8006,109
MEGA3OMEGAENERGIAON NM18.7005,289
TAEE11TAESAUNT EDJ N25.9006,561
TRPL4TRAN PAULISTPN N18.0005,999

Por que investir em ações de empresas de energia?

Investir em ações de empresas de energia pode ser uma estratégia atrativa por diversas razões. Entenda!

Estabilidade da demanda

As empresas de energia oferecem serviços essenciais e perenes, sendo necessários a longo prazo. Por isso, a demanda por energia elétrica é estável, por ser fundamental para o funcionamento diário de residências, empresas e indústrias.

O mesmo não ocorre com outros setores, como o de bens de luxo, que costumam ser mais sensíveis às condições econômicas. Com isso, podem experimentar variações significativas na demanda com base em situações específicas de mercado.

Por exemplo, durante a pandemia da covid-19, é possível que segmentos como esse tenham diminuído a demanda. Por outro lado, o de energia elétrica continuou necessário para a sobrevivência e a manutenção da população.

Contratos de longo prazo

Muitas empresas de energia têm contratos de longo prazo para fornecer eletricidade. Afinal, é comum que elas investem quantias significativas para gerar energia, como ao construir hidrelétricas.

Logo, contratos de longo prazo oferecem às empresas mais tempo para recuperar esses investimentos e gerar retornos sustentáveis. Isso proporciona previsibilidade de receitas e reduz a exposição das corporações a flutuações de curto prazo nos mercados.

Inclusive, fazer investimentos de longo prazo em negócios sólidos é a principal estratégia de Warren Buffett, maior investidor do mundo. Ele nasceu na classe média e construiu um patrimônio bilionário, se tornando o 6º homem mais rico do mundo, devido às boas decisões de investimento.

Diversificação de fontes

O setor de energia abrange uma variedade de fontes, incluindo hidrelétricas, termelétricas, eólicas, solares e outras renováveis. Assim, investir especialmente em empresas que diversificam suas fontes de geração pode trazer maior retorno financeiro para você.

Primeiro, porque reduz a exposição a riscos específicos associados a uma única fonte de energia. Isso ajuda a diminuir impactos causados por variações climáticas — como secas que afetam o abastecimento de hidrelétricas — mudanças regulatórias ou flutuações nos preços de combustíveis.

Por exemplo, enquanto as hidrelétricas dependem da disponibilidade de água, as usinas eólicas geram eletricidade com base nos ventos. Dessa forma, a diversificação permite que as empresas se adaptem melhor às mudanças no clima.

Crescimento da demanda

Com o crescimento populacional, a demanda por energia tende a aumentar. Isso pode beneficiar as empresas do setor, principalmente aquelas envolvidas na expansão e modernização da infraestrutura energética. Isso pode incluir:

  • desenvolvimento de novas tecnologias de geração;
  • armazenamento de energia avançado;
  • implementação de redes inteligentes para melhor gerenciar o consumo e a distribuição;
  • etc.

Receba conteúdos e recomendações de investimento gratuitamente

Obrigado pelo seu cadastro!

Acompanhe nossos conteúdos por e-mail para ficar por dentro das novidades.

Incentivos governamentais

O governo brasileiro oferece incentivos e políticas de apoio ao setor de energia. Por exemplo, pessoas físicas que investem em debêntures incentivadas são isentas do pagamento de Imposto de Renda.

Esse tipo de investimento consiste em títulos de dívidas emitidos por empresas, geralmente do setor de infraestrutura, incluindo o setor de energia. Então, ao investir em debêntures incentivadas, você contribui para financiar projetos de infraestrutura, como a construção e modernização de usinas de energia.

Dessa maneira, o governo te recompensa com a isenção fiscal e você pode participar do crescimento desse setor estratégico para o país.

Além disso, é possível investir no segmento de energia ao comprar ações na bolsa de valores. As empresas que atuam nesse nicho também recebem incentivos governamentais diretos, já que fornecem um bem essencial para a população.

Sustentabilidade e tendências globais

Com a crescente conscientização sobre sustentabilidade, há uma tendência global em direção a fontes de energia mais limpas e renováveis. Logo, empresas que estão na frente dessas tendências podem se beneficiar do aumento da demanda por energias mais sustentáveis.

Assim, priorizar o investimento em empresas do setor de energia que tem uma matriz sustentável pode trazer bons retornos, principalmente a médio e longo prazo.

Renda recorrente e dividendos

Muitas empresas de energia têm uma estrutura de negócios que gera receitas recorrentes, proporcionando uma base estável. Além disso, inúmeras delas distribuem dividendos aos acionistas, o que pode atrair investidores em busca de fluxo de renda.

É o caso da Auren (AURE3), que distribuiu R$ 1,5 bilhões em dividendos para acionistas nos primeiros 6 meses de 2023. A previsão é que ela distribua o mesmo valor até o final do ano. Ainda assim, nesse caso específico, saiba que a empresa deve diminuir o valor a médio e longo prazo com o vencimento de contratos antigos.

Então, viu como pode ser vantajoso investir nas ações de empresas de energia? Até porque, elas têm mais estabilidade e potencial de crescimento, quando alinhadas com tendências globais em sustentabilidade. Porém, não deixe de analisar cuidadosamente, considerando tanto os aspectos positivos quanto os riscos.

Para ajudar você na tomada de decisão de investimentos quanto às melhores ações das empresas de energia, assine a Nord Ações. Trata-se de uma carteira formada pelos melhores produtos, com base em estudos de profissionais. Com a assinatura, você também acompanha relatórios quinzenais e conteúdos exclusivos!

Resumindo

Qual é a maior empresa de energia do Brasil?

A maior empresa de energia do Brasil é a Enel Brasil. Ela é responsável pela transmissão energética e tem atuação global em diversos países.

Qual é a melhor empresa de energia do Brasil?

A melhor empresa de energia do Brasil é a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN, RN), segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) de 2021.

Compartilhar